TERRORISTAS:QUANDO SERÃO ELIMINADOS OS MONSTROS?

‘Havia uma bola de fogo sobre minha cabeça’: feridos relatam pânico no metrô após explosão em Londres

Direito de imagemREUTERS
Policiais e mulheres empurrando carrinho de bebê nas proximidades da estação de Parsons GreenImage captionPassageiras de trem atingido tentam se acalmar na entrada da estação de Parsons Green
Passageiros que estavam na estação de metrô de Parsons Green, no sudoeste de Londres, relataram pânico e tumulto depois da explosão na manhã desta sexta-feira.
Pelo menos 22 pessoas ficaram feridas, a maioria com queimaduras. Segundo a Scotland Yard, a polícia londrina, a detonação, que ocorreu por volta de 8h20m (hora local) foi provocada por uma bomba de fabricação caseira que não teria explodido completamente.
"Senti uma bola de fogo sobre a minha cabeça, que queimou meu cabelo, no alto. Vi um senhor com o rosto bastante queimado e muitas pessoas em choque", contou Peter Crowley, que falava ao telefone quando disse ter ouvido um barulho alto ao lado da porta do vagão do metrô onde estava.
Crowley contou que todo mundo correu para sair do trem.
"Foi assustador", relatou ele, que postou seis fotos de sua cabeça e seu cabelo queimado no Facebook.
A estação fica na linha District, que leva ao bairro de Wimbledon, onde é realizado o torneio de tênis mais importante do mundo, no final de junho.
Detalhe da cabeça de Peter Crowley
Image captionPeter Crowley teve a cabeça e o cabelo queimados com a explosão no metrô em Londres. Crédito: Facebook/Peter Crowley
Emma Stevie, de 27 anos, entrava no trem quando o artefato, que estava em um balde no interior de uma sacola plástica, explodiu. "Ouvi muitos gritos e as pessoas diziam 'corre', 'corre'", relatou ela, contando que houve tumulto nas escadas e na saída da estação.
"Havia pessoas sendo esmagadas, num grande pilha humana. Eu me encaixei ao lado de uma grade e fiquei na posição fetal. Fiquei repetindo 'eu vou ficar bem, eu vou ficar bem'", contou Stevie, que não se machucou.
Ela viu um garoto com ferimento na cabeça e outras pessoas machucadas.
"Foi horrível, nem sei dizer quantas pessoas estavam debaixo de mim na confusão. A brigada de incêndios estava nos dizendo para voltar para a plataforma, mas ninguém voltou", disse, acrescentando que centenas de pessoas se amontoaram nas escadas que levam à saída do metrô.
Do lado de fora da estação, muita gente chorava e outras estavam em choque, sentados na calçada.
Image caption
Pessoas na porta da estação onde houve explosão
Emma Stevie: "Foi horrível, nem sei dizer quantas pessoas estavam debaixo de mim na confusão". Crédito: Emma Stevie

"Clarão"

Richard Aylmer-Hall, que estava no trem onde o houve a explosão, também viu pessoas sendo pisoteadas enquanto tentavam escapar da estação.
"De repente, houve pânico, pessoas gritando, chorando. Foram muitos gritos", disse o homem de 53 anos.
Ele diz que uma mulher na plataforma disse ter visto "uma sacola, um clarão e... bum".
Depois disso, o pânico tomou conta da estação.
Luke O'Connor contou que havia muitas crianças no trem, indo para a escola.
"Eu estava sentado ao lado de uma garota que estava soletrando. As pessoas estavam começando o dia. Foi um grande choque, a gente nunca acha que vai acontecer".
Direito de imagemREUTERS
Image captionA explosão ocorreu em um horário de ida para a escola
O'Connor afirmou ter escutado uma explosão forte vindo de outro vagão, seguida de um cheiro forte de ácido.
Eduardo Moreira, que também estava na estação, disse que a maior parte das pessoas ficaram feridas com o tumulto causado pela explosão.
"No meu vagão, as pessoas passaram por cima de uma senhora. Ela foi pisoteada". Para Moreira, o problema foi que ninguém sabia o que estava acontecendo.
Balde em chamas registrado por uma das pessoas que estavam no vagãoDireito de imagemREUTERS
Image captionPolícia diz que a explosão foi provocada por um "dispositivo improvisado"
"Eu podia sentir o cheiro de queimado. Quando passei pela plataforma, vi um balde em chamas. Tinha um casaco em cima dele", conta Moreira.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PAULA MAGALHÃES, FILHA DE LUIS EDUARDO MAGALHÃES, DONA DE 33% DA REDE BAHIA, É A DONA DA AXXO

"VOCÊ FAZ FAXINA?" "NÃO, FAÇO MESTRADO. SOU PROFESSORA"

ELIKA TAKIMOTO: COTAS, ESCOLA PÚBLICA. A REALIDADE É DURA MAS MUTÁVEL.