O QUE? VACAREZZA? QUE É ISSO!

Vaccarezza quer novo partido para apoiar Michel Temer

Jornal GGN - Após sair do PT para declarar apoio a Celso Russomanno, na prefeitura de São Paulo no pleito eleitoral deste ano, e ser acusado na Lava Jato de receber R$ 500 mil de propina pelo partido, o ex-deputado Cândido Vaccarezza tenta um novo partido para apoiar Michel Temer.
Na última quinta-feira (22), já assumiu o comando do PTdoB em São Paulo, para apoiar o peemedebista na Presidência da República. O intuito é rebatizar o PTdoB para "Nova Democracia". O número da sigla, que hoje é 70, também poderá ser modificado. 
Enquanto isso, Vaccarezza articula junto a deputados e parlamentares para atrair a mudança ao partido. Mas nega que a mira sejam os petistas descontentes, admitindo que não tem nem "peso para isso". "Não queremos ser o PT 2, não quero fazer contraponto ao PT", disse. Ainda nesta linha, a mudança do nome da sigla será para afastar ideia de que seja desdobramento do PT.
O ex-deputado foi líder na Câmara dos governos de Luiz Inácio Lula da Silva e de Dilma Rousseff, e também secretário-geral do PT. Hoje, defende que o partido deve "fazer parte da base do governo Temer e puxá-lo para avançar para o lado do povo". 
Vaccarezza foi acusado pelo ex-senador Sérgio Machado de receber R$ 500 mil do PT em propina. Desde o impeachment de Dilma, defendia que não havia golpe em curso no país, e que a presidente era a responsável pelo distanciamento com o PMDB.
O ex-deputado diz ser respaldado por ministros de Michel Temer e disse ter conversado sobre sua filiação com a estrutura do governo do peemedebista. Vaccarezza almeja chegar em março com seis deputados. 
Com informações da Folha de S. Paulo

Antonio do Carmo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PAULA MAGALHÃES, FILHA DE LUIS EDUARDO MAGALHÃES, DONA DE 33% DA REDE BAHIA, É A DONA DA AXXO

"VOCÊ FAZ FAXINA?" "NÃO, FAÇO MESTRADO. SOU PROFESSORA"

ELIKA TAKIMOTO: COTAS, ESCOLA PÚBLICA. A REALIDADE É DURA MAS MUTÁVEL.