Quem persegue a Dilma é o Geddelzinho Malvadeza

BEM DO SEU TAMANHO.  ACM não perdia tempo com Geddel, um coitadinho...

acm
ACM a Geddelzinho: bye-bye!

Antonio Carlos Magalhães o chamava de Geddel vai às compras, para descrever sua fracassada carreira política.

Não tem voto.

Como o Traíra, o gatinho angorá, e Eliseu "Quadrilha", segundo ainda ACM.

Só quem tem voto na equipe da Casa são o Romero essa porra Jucá, senador pelo imenso universo eleitoral de Roraima, e o Cunha que tem voto sabe-se como.

A Secretaria de Administração está subordinada Geddel.

Foi ele quem construiu um Muro de Berlim no Palácio do Alvorada.

Só deixa Dilma usar o avião para ir embora pra casa.

Cortou o clipping dos jornais.

E cancelou o "cartão comida": Dilma ia ter que alimentar do próprio bolso os 120 funcionários do Alvorada.

Misteriosamente, alguém "vazou" para a Fel-lha que a comida do Alvorada custa R$ 62 mil por mês.

Mas, não vazou o custo do Jaburu, onde o Traíra se reúne com os sem-voto para dar o Golpe.

Depois, Geddelzinho Malvadeza deixou Dilma usar de novo o "cartão comida" - sabe-se lá até quando.

ACM era chamado de Toninho Malvadeza.

E aplicou toda a sua maldade a Geddel, por quem tinha ilimitado desprezo.

ACM não perdia tempo com Geddel, um coitadinho.

Agora, Geddel quer ser o Geddelzinho Malvadeza.

ACM não merece a espúria comparação.

Em tempo: 
o Muro de Berlim é obra do General Etchegoyen, que está no Palácio, foragido da Comissão da Verdade."
(transcrito do Conversa Afiada)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PAULA MAGALHÃES, FILHA DE LUIS EDUARDO MAGALHÃES, DONA DE 33% DA REDE BAHIA, É A DONA DA AXXO

"VOCÊ FAZ FAXINA?" "NÃO, FAÇO MESTRADO. SOU PROFESSORA"

ELIKA TAKIMOTO: COTAS, ESCOLA PÚBLICA. A REALIDADE É DURA MAS MUTÁVEL.