MINISTRO FALA QUE NÃO ADIANTA TENTAR GOLPE, QUE NÃO PASSARÁ.

Em outubro do ano passado, a maioria dos brasileiros decidiu que queria manter a presidenta Dilma por mais quatro anos no poder. Essa vontade, expressa de maneira livre e legítima nas urnas, precisa ser respeitada. 

Um presidente não pode ter seu mandato abreviado porque a economia vai mal ou porque está com baixa popularidade. Se fosse assim, outros gestores e mandatários, alguns dos quais hoje pedem a renúncia de Dilma, também deveriam ter sido afastados no passado.
 Quem perdeu a eleição deve se inspirar nas palavras e no exemplo do ex-presidente Lula e ocupar o papel que lhes cabe, que é fazer oposição, criticar, fiscalizar e cobrar, mas sempre respeitando as regras do jogo democrático.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

"VOCÊ FAZ FAXINA?" "NÃO, FAÇO MESTRADO. SOU PROFESSORA"

PAULA MAGALHÃES, FILHA DE LUIS EDUARDO MAGALHÃES, DONA DE 33% DA REDE BAHIA, É A DONA DA AXXO

ELIKA TAKIMOTO: COTAS, ESCOLA PÚBLICA. A REALIDADE É DURA MAS MUTÁVEL.