"SINTO COMO SE EU O PROTEGESSE DE TUDO ENQUANTO ELE MAMA"

HOMENAGEM A MULHER, MÃE. NÃO É "POLÍTICA", MAS O DEPOIMENTO DE VERONICA, (que tirei do Face) É COMOVENTE, É DE MULHER.


"Amamentar na madrugada é cansativo? É, claro que é. Mas eu já me acostumei e me sinto tão bem, me sinto tão próxima dele, sinto como se eu o protegesse de tudo enquanto ele mama, e ele é tão bonzinho nesse horário, ele mama de olhinhos fechados, às vezes me segura, às vezes fica encolhidinho, às vezes mama muito, às vezes mama pouco.
 Ele precisa disso, ele faz isso desde quando nasceu e eu não me sinto no direito de tirar esse momento dele, ele ainda vai mamar muito, e não vai ter hora nem dia pra parar, eu sou a mamãe dele e tudo o que ele espera de mim na madrugada é que eu fique ao lado dele com o leite e o aconchego do peito.
Entendo quem não amamentou seu bebê, seja qual for o motivo, porque eu não me imagino preparando mamadeiras, não me imagino pondo ele pra dormir sem seu amado tetê, não imagino como seria nas crises de choro, não me imagino mais sem essa função de amamentar, porque eu acho que simplesmente nasci pra ser a mamãe do Victor Hugo"

Veronica Carmo

(Victor Hugo, o Moleque, meu filho, tem 1 ano e sete meses.)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PAULA MAGALHÃES, FILHA DE LUIS EDUARDO MAGALHÃES, DONA DE 33% DA REDE BAHIA, É A DONA DA AXXO

"VOCÊ FAZ FAXINA?" "NÃO, FAÇO MESTRADO. SOU PROFESSORA"

ELIKA TAKIMOTO: COTAS, ESCOLA PÚBLICA. A REALIDADE É DURA MAS MUTÁVEL.