METRÔ DA PARALELA TEM CONSPIRAÇÃO EM ANDAMENTO

AUTORES? TODO MUNDO SABE, O ACM (O NETO EXPERTO) SETEPES E AS CONSTRUTORAS, JÁ DEFINIDAS,  DO BRT.

Quem manda na cidade.


Saiu hoje uma notinha, (com cara de inocente...) no Bahia Notícias, dizendo que "A Câmara não tem prioridade para discutir o Metrô", faz duas entrevistas, situação e oposição, e joga a malandragem principal, introduzindo a arrancada dos contras , nos próximos dias:
"PROJETO DE METRÔ DA PARALELA QUE VAI TRAZER SÉRIAS MUDANÇAS NO VISUAL DA CIDADE".

Pronto. Esta é a nova fase que se inicia, com a demora da SUCOM em liberar o alvará de construção do trecho da Paralela, onde irão bortar em discussão um assunto encerrado, já na fase de construção.

O ACM ( o Neto experto...) NÃO QUER METRO NA CIDADE.
Isso já é um assunto discutido com os empresários de ônibus. Ambos estão surpresos com a rapidez do Governador Rui Costa que exige das contratadas agilidade, celeridade na construção, com várias frentes de trabalho. É só olhar o trecho que vai até o Salvador Shopping como está cheio de empregos, obras andando em velocidade alta, assustando os donos da cidade.
Antonio do Carmo

Comentários

  1. Agora me diga....e o BRTrambalho,o tal Lapa/Iguatemi,o mais caro do Brasil a um custo de R$100 milhões por Km,preço total estimado em R$900 milhões com apenas 9 estações e 8,7km de extensão sem o material rodante e sem lava-jato.....Com a destruição total do canteiro central do Av. Juraci Magalhães Jr um dos mais verdes e mais arborizados da cidade e o que é isso senão uma obra QUE VAI TRAZER SÉRIAS MUDANÇAS NÃO SÓ NO VISUAL DA CIDADE,mais também gravíssimos impactos ambientais e urbanísticos,como impermeabilização do solo favorecendo alagamentos nos dias de chuva,aumento da temperatura ambiente local,alem do excesso de viadutos elevados,tamponamento do córrego local e estações em nível elevado para os ônibus,tudo isso para agraciar o oligopólio do transporte sobre pneus além de um projeto com vários erros e uma possível pretensão de sobrepor a linha 2 do Metro nessa mesma ligação,Lapa/Iguatemi.

    Eis aqui algumas comparações com custos de outros sistemas de VLT e de BRT ja construídos e em implantação no Brasil:

    1) BRT Goiania
    O corredor de ônibus terá 21,8 quilômetros de extensão, passando por 148 bairros da capital e de Aparecida de Goiânia, cidade vizinha. Serão beneficiados 120 mil usuários por dia, informou a prefeitura. Em horários de maior movimento, a capacidade de transporte será 15 mil passageiros.
    Serão gastos R$ 340 milhões na implantação do BRT – R$ 210 milhões do governo federal, por meio do Programa de Aceleração do Crescimento Mobilidade Urbana e R$ 130 milhões recursos municipais.
    Preço por Km construído = R$15,6 milhões

    2)VLT de Cuiabá
    O VLT de Cuiabá com 25 km,duas linhas 36 estações,40 composições de trens,obras estruturantes,rede elétrica,etc,e com denuncias de suposto “superfaturamento” esta custando em torno de
    "R$67 milhões por km construído"

    3) BRT de Recife 1
    O Corredor de BRT Norte-Sul de Recife com 33 km,31 estações,com investimentos de R$180 milhões
    Preço por Km construído = R$5,8 milhões

    4)BRT de Recife 2
    O Corredor Leste-Oeste possui 12 km de extensão com um investimento total previsto de R$ 99 milhões, sendo R$ 11 milhões direcionados para a construção dos terminais. Esse sistema permite o deslocamento entre as regiões leste e centro da Região Metropolitana de Recife (RMR).
    Preço por Km construído = R$8,25 milhões

    Algo esta errado no reino da Babilônia.......

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

PAULA MAGALHÃES, FILHA DE LUIS EDUARDO MAGALHÃES, DONA DE 33% DA REDE BAHIA, É A DONA DA AXXO

"VOCÊ FAZ FAXINA?" "NÃO, FAÇO MESTRADO. SOU PROFESSORA"

ELIKA TAKIMOTO: COTAS, ESCOLA PÚBLICA. A REALIDADE É DURA MAS MUTÁVEL.