EDUARDO CUNHA DESAFIA DILMA. ELA NÃO VAI DERROTÁ-LO?

É VITAL. PARA SE FIRMAR COMO LÍDER POLÍTICA DA BASE ALIADA.

Vejam com as coisas estão de ponta a cabeça, na ótica do deputado do Rio de Janeiro.
Dilma ganha a eleição, tem  candidato para a presidência da Câmara dos Deputados, não é o Eduardo Cunha, e ele, na maior cara limpa, se alia aos setores da grande imprensa, acumula uma meia duzia de deputados do baixo clero e parte pra cima da presidente, recém-eleita com mais de 50 milhões de votos, para derrotá-la, insuflado por figuras pequenas, do seu meio e nível, como os irmãos Geddel e Lúcio Vieira Lima.
o sucesso do governo Dilma, em uma relação sadia com a base aliada no congresso, depende da vitoria contra Eduardo Cunha. Se for derrotada e esta figura for eleita presidente da Câmara, acabou. Nunca mais assume o poder diante da própria base.
Sua eleição ou derrota, tem a também com o fato de que a oposição vai entrar na próxima legislatura mais assanhada, mais atuante. A derrota do Eduardo Cunha vai colocá-la no seu lugar natural de oposição minoritária.
Subestimar esse embate e não usar todas as armas nessa questão vital é subestimar as terríveis consequências, dando ouvido ao canto torto do Temer que diz que ele não vai criar problema, num certo endosso à eleição do detentor de vários processos, mal caráter, como presidente da Câmara, derrotando Dilma, fazendo a felicidade de todos oposicionistas.
Antonio do Carmo 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

"VOCÊ FAZ FAXINA?" "NÃO, FAÇO MESTRADO. SOU PROFESSORA"

PAULA MAGALHÃES, FILHA DE LUIS EDUARDO MAGALHÃES, DONA DE 33% DA REDE BAHIA, É A DONA DA AXXO

ELIKA TAKIMOTO: COTAS, ESCOLA PÚBLICA. A REALIDADE É DURA MAS MUTÁVEL.